localização atual: localização atual:primeira página >fk bet >Brasil cai para a China e está eliminado da Liga das Nações feminina texto

Brasil cai para a China e está eliminado da Liga das Nações feminina

2023-09-26 22:38:42 fonte:wire-oautor:rua jose bonifacio santa maria rs Clique:310frequência
Brasileiras não ficarão no pódio pela 1ª vez em 3 anos na Liga das Nações
Brasileiras não ficarão no pódio pela 1ª vez em 3 anos na Liga das NaçõesDivulgação/FIVB
O Brasil perdeu para a China por 3 sets a 1, nesta quinta-feira (12), e está eliminado da Liga das Nações feminina de vôlei. A derrota em Arlington, nos Estados Unidos, veio com parciais de 21-25, 20-25, 25-20 e 23-25.

A Seleção Brasileira caiu nas quartas de final da Liga das Nações e ficou fora das semifinais pela primeira vez desde 2018, quando a competição foi criada. As brasileiras foram vice-campeãs em três oportunidades: 2019, 2021 e 2022.

A China, por outro lado, está de volta à semifinal depois de quatro anos de ausência e enfrenta a Polônia, no sábado (15). As chinesas têm dois bronzes no torneio, em 2018 e 2019.

Veja a tabela completa da fase final da Liga das Nações

A ineficiência no contra-ataque brasileiro e um bloqueio muito bem montado das chinesas deixaram a vida da Seleção complicada. Com mais de um set de erros cedidos pelas brasileiras, a missão da China ficou fácil. A maior pontuadora do jogo foi Li Yingying, com 16 pontos. A central Thaísa fez 16.

O restrospecto recente entre Brasil e China é equilibradoFlashscore

Brasil paga caro por início ruim

Apesar de um início de primeiro set equilibrado, o Brasil não conseguiu ficar à frente do placar em nenhum momento. Mesmo com bom saque, o desperdício de contra-ataques e o excesso de erros deixou as chinesas em posição confortável para fechar em 25-21.

Brasil errou muitos contra-ataques contra a ChinaDivulgação/FIVB

Para piorar, a atuação na segunda parcial foi ainda mais decepcionante. Depois de um começo em que abriu 5 a 3, as brasileiras levaram cinco pontos seguidos e não conseguiram mais voltar para o duelo. Com o set escapando, Zé Roberto começou a promover mexidas e lançou Julia Bergman, Tainara e Roberta. As duas primeiras foram importantes na reação brasileira.

Apesar de um 7-1 logo de entrada no set que poderia ser decisivo para a China, a Seleção Brasileira manteve a cabeça no lugar e voltou para o jogo. Sob o comando de Tainara e de um saque que incomodou as chinesas, o Brasil buscou um 11-11 e caminhou para o 25-20.

No quarto set, o bloqueio chinês voltou a encaixar e a central Yuan Xinyue foi absoluta. Ela fechou o jogo com 7 pontos apenas neste fundamento, mais do que toda a equipe brasileira. As comandadas de Zé Roberto ainda lutaram, mas não foram capazes de forçar um tie-break.

Yuan Xinyue foi decisiva nos bloqueiosDivulgação/FIVB

Próximos desafios

A Seleção Brasileira feminina agora se prepara para a disputa do Campeonato Sul-Americano, que será realizado em Recife, entre 19 e 23 de agosto. Depois, tem pela frente o torneio mais importante do ano, o Pré-Olímpico, em setembro, no Japão.

Brasil tem competições importantes ainda em 2023Divulgação/FIVB
autor:bet 20 casino
------divisor----------------------------
manchete Notícias
Notícias fotográficas
Classificações de notícias